Minha relação de amor e ódio com o Jornalismo

Oi gente, tudo bom?

Volta e meia vocês comentam no blog perguntando sobre o meu curso, como tá indo, se eu ainda to gostando, updates em geral. Pra quem não sabe eu to no finalzinho do 3º ano do curso de bacharelado em jornalismo, o curso é integral e tem duração de 4 anos. Eu gravei um vídeo sobre o curso no meu primeiro ano, e um no segundo, agora já faz mais de 1 ano que eu não gravo falando só sobre isso. Mas já falei em vlogs e em um maquia e fala, qual eu disse que pensava em largar e tudo mais. Hoje vim compartilhar um pouquinho do meu sentimento pelo curso hoje, e um resumão de tudo que eu vivi nele. 

Meu primeiro ano foi bem superficial, pra ser honesta. Eram muitos textos pra ler, 90% deles eram insuportavelmente chatos, daqueles que você termina e tem certeza que nunca vai precisar de nada daquilo que leu e que provavelmente depois de duas semanas vai ter esquecido tudo que leu. Era isso, ler e escrever. Não que não seja importante ter o aprendizado através da leitura, os textos eram velhos e chatos, hoje li coisa muito mais legal que aquilo lá. 

Mas tinha a fotografia, o curso me apresentou o verdadeiro fotojornalismo, me ensinou a diversas técnicas fotográficas, e me arranjou meu primeiro trabalho como fotógrafa no final do primeiro ano, e por isso, eu sou muito grata. Eu já gostava de fotografia antes do curso, e ganhei minha primeira câmera profissional antes do curso também, mas meu amor pela foto só cresceu de verdade quando comecei a cursar jornalismo.

Meu segundo ano foi o ano mais susse de todos. Tive a experiência de produzir um jornal impresso durante o ano todo, e foi quando fiz as minhas primeiras entrevistas e produzi minhas primeiras matérias e reportagens. Esse ano não exigia muito, pra ser sincera as aulas de rádio exigiam muito mais do que todas as outras, era bem tranquilo e eu terminei o ano sentindo que não aprendi nem metade do que o ano propunha. 

Já meu terceiro ano veio que nem um soco na cara. Mais de 10 matérias, textos e livros pra ler, trabalhos pra entregar e apresentar toda semana, e produção de reportagens todo mês. Entro oficialmente em férias essa semana e juro que quando eu entregar minha última reportagem (na quarta-feira), aí sim um peso enorme vai sair das minhas costas.

Diferente do meu segundo ano, nesse eu aprendi muito. Minhas habilidades como repórter, de escrita e principalmente de entrevistas melhoraram muito e eu sinto que aprendi mais do que em dois anos de curso. Produzi reportagens que me orgulho muito, conheci pessoas incríveis e mesmo com todo o estresse e a vontade de largar mão do curso, eu me apaixonava a cada trabalho entregue e bem feito. É uma relação de amor e ódio.

Eu acho que todo mundo passa por um momento em que dá vontade de largar de vez, a gente começa a duvidar se realmente quer fazer isso pra vida toda, se fez a escolha certa, e se não deveria estar fazendo outra coisa... Afinal um curso integral quase não te deixa ter tempo pra mais nada né? (sinceramente não sei como consegui produzir tantos vídeos esse ano com a faculdade, e olha que eu não deixei de fazer nadinha, cumpri tudo.) Ps: eu acho loucura mandar um adolescente de 17 anos escolher o que quer ser pro resto da vida.

Eu tive essa mesma vontade quando eu estava no primeiro ano e eu odiava todos aqueles textos, aquelas matérias, e a sensação de estar estudando métodos antigos que nada tinham a ver com a nossa atualidade. Mas passou. Esse ano era tanta coisa, tanto estresse, tanto tudo que eu queria largar porque não tava feliz na maioria das vezes. O curso exige muito da gente, assim como outros cursos também exigem, mas normalmente a vontade de largar passa. Se não passar, largue.

Hoje eu to feliz, sinto que escrevo muito melhor, apuro matérias muito melhor, e descobri meu amor por telejornalismo (inclusive fui âncora de um dos nossos telejornais, para ver clique aqui). Então no final das contas valeu a pena sim, tenho várias histórias pra contar, tcc escolhido, e formatura marcada. Só falta um ano, e é isso.

Quando eu me formar eu faço um vídeo falando sobre toda a experiência, por agora é tudo. 

Espero que gostem, beijinhos

2 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Nossa, mandou muito bem! Parabéns pela força e pelo empenho, tenho certeza de que você vai alcançar todos os seus objetivos. Eu quero fazer Jornalismo e estava com um pouco de medo, mas esse texto me ajudou muito. Obrigada e sucesso!!!!

    ResponderExcluir