Sobre trocas de energia e pessoas tóxicas

Hoje quis fazer um post mais descontraído, voltando as raízes de quando criei o blog e só postava meus textos.. No meu devaneio diário, escrevi este. Espero que vocês gostem!

Outro dia eu li um texto onde falava sobre as conexões que o nosso corpo é capaz de fazer, quando nos conectamos com outro corpo (através de relações sexuais), e que durante ela, os corpos trocam "energias". Desde então eu nunca mais esqueci disso. O que me lembra um segundo texto, que falava sobre pessoas tóxicas, e os dois geraram o devaneio que venho compartilhar com vocês hoje.

Vamos por partes, sobre as energias trocadas, o que dizia é que quando temos relações com outra pessoa, acontece uma troca de energia que pode ser boa para você, ou ruim. E explicava que dependendo da condição mental, emocional, psíquica da pessoa que você troca suas energias, essa energia certamente vai ser transmitida para você. E se eu trocar de energia com várias pessoas?

Não tem mal algum, afinal, somos livres. Mas pensa, e se dentro de você tem felicidade, amor, paz e você se sente pleno... mas a pessoa que você trocou é exatamente o oposto:
-você realmente quer trocar a sua energia com a dela? 

A forma como vemos o mundo, que tratamos as pessoas, que tratamos nós mesmos, define a pessoa que somos. E as pessoas que tentam passar uma imagem que não corresponde ao ser verdadeiro eu, estão mentindo apenas para si mesmas. E você pode escolher trocar essa energia ou não.

Eu acredito que as energias vão além das relações sexuais, o que me leva ao segundo texto:

O segundo texto menciona as "pessoas tóxicas":
Segue um trecho:

"Pessoas que são egocêntricas, manipuladoras, interesseiras, arrogantes, rancorosas, amarguradas, mal amadas, invejosas ou fracassadas, que não conseguem ver o sucesso ou a felicidade alheia. Enfim, pessoas sombrias que minam os relacionamentos e amizades com intrigas, críticas excessivas, falta de consideração e respeito pelo outro e abusos verbais ou físicos. Pessoas muito perigosas de se conviver."

Eu demorei anos para entender e amadurecer esse pensamento... Sou o tipo de pessoa que quando coloca uma coisa na cabeça, não há quem tire. Até mesmo quando internamente sabemos que não está nos fazendo bem, insistimos. Mas é errando que se aprende.

É que eu não acreditava em energia e em nenhum tipo de troca de energia. Até eu entender, que tudo á nossa volta influencia em nossa energia e em tudo que fazemos e em quem somos. Afinal, somos uma conexão só: nós, o universo, e tudo que está dentro dele.

Graças a Deus podemos fazer escolhas, de quem compartilhamos nossa energia, e com quem convivemos. Podemos escolher entre estar em meio a pessoas tóxicas, e a pessoas cheias de amor.

E aí, qual é a sua escolha?

Nenhum comentário:

Postar um comentário