Exceção

 Na verdade eu não estou fazendo escolhas. Escolhas são a ultima coisa que eu quero fazer agora. Entre o certo e o errado eu já não sei mais qual a diferença. Então, me restou ser, porque é isso; eu apenas sou. E às vezes ser, incomoda as pessoas. Pois eu conheço os meus limites, mas, elas conhecem? É um esforço grande e requer uma mente tranquila para poder acima de tudo; ignorar, continuar, esperar, ensinar, aprender... Eu não vejo problema em várias coisas, mas eu sou exceção, quer dizer, devo ser porque não é possível ser tão errada e tão certa ao mesmo tempo. Pensei. Eu até poderia tentar agradar a cada um deles, mas quando vou agradar a mim?! Porque é sobre isso que se trata não é, eu me agradar. Quer dizer isso é demais, para mim. Tanto que nem sei dizer ao certo o que fazer agora, talvez eu precise não pensar. É.