Relicário de sonhos perdidos

Quão cruel é a lua luminosa? procurando por sonhos em ruas desertas, diante de saída nenhuma em lugar nenhum, coberto por ouro platinado. Diante das luzes da cidade onde só se ouve suspiros desconhecidos na plenitude de uma juventude perdida. Lutar para quê? Não vamos a lugar nenhum. Eles lutaram e venceram, mas para nós, o relicário está fechado e não há nada a se fazer. Quão cruel é a lua luminosa?

Nenhum comentário:

Postar um comentário