É agora.

Não meu amor, eu não espero que ninguém entenda. Essa amizade, sem freios, sem pausas, sem ponto final. Maus olhares, espingardas carregadas, veneno escorrendo da boca de supostos amigos. E sim meu amor, nada vai além da amizade, da nossa amizade, da nossa brincadeira. Não, não temos tempo a perder, na verdade estamos á frente do tempo. Tudo está se repetindo, estamos vendo as mesmas coisas, mesmas frases, mesmas pessoas; mesmo tudo. Enquanto todos caminham para trás nós corremos para frente. Ah como eu adoro essa vida inventada. Largaria tudo para viver um desses sonhos. Mas na verdade eu não me importo, ah não me importo mesmo. Dizer é quase tão bom quanto fazer, o que importa é que estamos aqui agora. A cada esquina uma história, a cada olhar uma lembrança. Ah meu amor, nós iremos longe. Está no nosso destino. A cada suspiro que dou quase perco o fôlego. Estou a um ponto de me achar. Mas se eu me achar, não vai ter mais graça. O bom é poder inventar e viver ao mesmo tempo. Ah meu amor, adoramos voar!

Nenhum comentário:

Postar um comentário